NOTÍCIAS

24/11/18 | Centro Cultural

A revolução da doméstica

Estreou na noite de sábado, dia 24 de novembro, no Teatro do Centro Cultural Minas Tênis Clube o espetáculo “Fulaninha e Dona Coisa”, estrelado por Nathalia Dill e Vilma Mello. A peça, escrita em 1988 pela dramaturga Noemi Marinho fala da relação entre patroa e empregada na década de 1980 em que não havia direitos trabalhistas e que as moças vindas do interior para a capital serviam apenas para serem as empregadas sem nenhuma oportunidade de crescimento. A segunda sessão da peça será no domingo, dia 25 de novembro, às 20h. Os ingressos custam R$ 25 (inteira) e R$ 12,50 (meia). Classificação: 12 anos.

Humor, muito riso e boas interpretações levaram o público do teatro lotado a refletir com leveza sobre o tratamento concedido às empregadas domésticas. Dona Coisa, uma mulher independente, livre, moderna, vê sua empregada Fulaninha, como uma “coisinha”, uma pessoa menor, burra e totalmente manipulável. De fato, Fulaninha é uma mulher ingênua, mas como ela mesma diz: “Eu não sou burra. Eu aprendo, devagar, mas aprendo”.

A questão da PEC das Empregadas é a única modernização do texto. Até o telefone, artigo de luxo na década de 1980 por ser muito caro, é deixado da mesma forma como era visto no período em que a peça foi escrita. Fulaninha morre de medo do meio de comunicação que ela diz que grita, Dona Coisa vê nele a sua maior riqueza.

O grande reconhecimento do espetáculo se dá quando Dona Coisa e Fulaninha passam a ser indivíduos. São apresentados no decorrer do espetáculo as questões que atormentam cada uma das personagens na personalidade e comportamento. Aceitar isso e entender cada uma como indivíduo é o maior ganho e a maior lição da peça. Isso se dá quando deixam de ser Dona Coisa e Fulaninha e passam a ser Vilma e Nathalia.

Outras Notícias

  • Música de Natal

    10/12/18 | Centro Cultural

    O Coral do Minas Tênis Clube apresentou seu tradicional Concerto de Natal no Teatro do Centro Cultural Minas Tênis Cl...

    saiba mais
  • Do clássico ao rock

    03/12/18 | Centro Cultural

    O multi-instrumentista Jordan Rudess, membro da banda de metal progressivo norte-americana Dream Theater e eleito o “...

    saiba mais
desenvolvido por