NOTÍCIAS

23/11/17 | Centro Cultural

Aline Calixto

aline calixto

O Teatro Bradesco do Centro Cultural Minas Tênis Clube recebe o show de lançamento do mais recente trabalho da sambista Aline Calixto. A cantora carioca, radicada em Belo Horizonte, lança o disco autobiográfico Serpente, no dia 23 de novembro, quinta-feira, às 20h. O grande diferencial deste álbum é a sonoridade, arranjada por Domenico Lancelotti, que inseriu a harpa no meio do samba. Os ingressos custam R$ 40 (inteira), e a classificação etária é livre.

“O disco gira em torno dos relacionamentos que vivi e de como encarei as decepções, desilusões, relações abusivas, machismo, amores unilaterais. É um disco que me fez sofrer, refletir e seguir em frente. Me mostrou que o amor, por vezes, é feio, orgulhoso, mesquinho, egoísta, possessivo, mas também libertador, construtivo, intenso e avassalador”, explica a cantora.

As canções de Serpente têm destinatário, mas não são ditos nomes nem datas. Sendo assim, os recados transmitidos nas letras das músicas podem ser para qualquer pessoa. “As músicas são quase todas endereçadas a alguém específico. Não há explicitamente nomes, porém, carapuças servirão a torto e a direito. Foi uma sensação maravilhosa me desgarrar de todas essas histórias e deixá-las livres. Elas fazem parte do que hoje eu sou. Sofrer por amor é um fardo muito pesado. Se livrar deste peso é muito bom. Se permitir amar novamente, melhor ainda”, analisa Aline Calixto. “Acredito que muita gente vai se identificar com uma ou outra história narrada no disco”, avalia.

O disco recebeu crítica positiva de especialistas e um elogio especial da ativista feminista e filósofa Márcia Tiburi. O álbum fala de relações abusivas e do desejo da emancipação da mulher diante destes problemas. “Falar de igualdade de gênero, na teoria, é muito importante, mas é necessário colocar em prática o discurso. Só assim começaremos a evoluir para uma sociedade onde mulheres desfrutarão e terão acesso aos mesmos direitos e remunerações que os homens”, sentencia a cantora.

Serpente, tem direção musical de Domenico Lancelotti. Participaram da gravação e estarão no palco com Aline os músicos Cristina Braga (harpa), Pedro Sá (guitarra) e Domenico Lancelotti (bateria eletrônica). A banda ainda recebe Thiago Delegado (violão) e Raquel Coutinho (tambores). O figurino é assinado pela Albablonn, com acessórios Claudia Marisguia e sapatos Virginia Barros.

COMPRE AQUI

Data: 23 de novembro, quinta-feira.
Horário: 20h.
Classificação: livre.
Ingressos:  R$40 (inteira) e R$20 (meia).
Horário de funcionamento da bilheteria: de segunda a sábado, das 12h às 20h, e domingo, das 12h às 19h. A bilheteria funciona até 30 minutos depois do início do espetáculo. Formas de pagamento: dinheiro e todos os cartões de débito e crédito. Horário de abertura da plateia para entrada do público: 30 minutos antes do horário da apresentação.
Mais informações: (31) 3516-1360.
Estacionamento com acesso interno: entrada pela rua da Bahia, ao lado do Teatro. Após estacionar o veículo, o usuário chega ao Teatro por elevador interno, com rapidez e segurança. O Estacionamento fica aberto até meia hora após o fim do espetáculo. Valores: R$ 12, para sócios, e R$ 24, para não sócios.

Outras Notícias

  • Show para bons ouvidos

    OMR (30)
    14/12/17 | Centro Cultural

    O Teatro Bradesco do Centro Cultural Minas Tênis Clube recebeu, na noite de 13 de dezembro, o show da inusitada Orque...

    saiba mais
  • Então, é Natal!

    2B4B7015
    08/12/17 | Centro Cultural

    O Coral do Minas Tênis Clube, formado por sócios, fez sua tradicional apresentação de Natal no Teatro Bradesco do Cen...

    saiba mais
desenvolvido por