NOTÍCIAS

06/01/20 | Centro Cultural

Artes nas férias

Durante as férias de janeiro, a equipe do Núcleo Educativo da exposição “Raymundo Colares: de volta à estrada”, que está na Galeria de Arte do Centro Cultural Minas Tênis Clube (CCMTC), oferecerá para crianças de 6 a 12 anos a oficina “Brincando com as cores e formas de Raymundo Colares”. A atividade é gratuita e as inscrições, limitadas, devem ser feitas pelo e-mail educativogaleria@minsatc.com.br. A exposição “Raymundo Colares: de volta à estrada” pode ser visitada até o dia 2 de fevereiro.

Criado pela Malacaxeta, o Núcleo Educativo desenvolve projetos de artes gráficas, educativas e culturais. Na oficina, a partir da observação e de vivências poéticas relacionadas às obras do artista Raymundo Colares, as crianças serão instigadas a criar, a partir de conceitos construtivistas, por meio de brincadeiras com tecidos, desenhos, jogos corporais. Por isso é importante que as crianças inscritas possam participar todos os dias. A cada dia da oficina haverá uma atividade diferente, que complementará o que foi realizado no dia anterior.

Sobre a exposição      

Até o dia 2 de fevereiro, a exposição “Raymundo Colares: de volta à estrada” estará na Galeria do Centro Cultural Minas Tênis Clube (CCMTC), com 30 obras, entre pinturas, gravuras, guaches, os famosos gibis, o diário pessoal e farto material documental sobre a vida e a obra do artista. A curadoria é da crítica e escritora Ligia Canongia. A Galeria do CCMTC funciona de terça a sábado, das 10h às 20h, e domingos e feriados, das 11h às 19h. A entrada é franca.

Raymundo Colares nasceu na cidade de Grão-Mogol, em Minas Gerais, em 1944, e faleceu jovem e tragicamente, em Montes Claros, em 1986. O artista deixou legado importante na história da arte nacional. Sua trajetória se inicia na década de 1960, e sua obra se situa no embate, ou fusão, da influência da pop art norte-americana com o que já havia no Brasil, a arte construtivista. As obras de Mondrian (1872 – 1944), Delaunay (1885 – 1941), Duchamp (1887 – 1968) e dos futuristas italianos foram importantes na formação de Colares, cujos trabalhos já apresentavam a iconografia urbana.

Mais que apresentar a obra de Colares, considerado, segundo críticos especializados, um dos maiores nomes da arte moderna no Brasil nos anos 1960, 1970 e meados dos anos 1980, a exposição do CCMTC, que faz parte do Circuito Cultural Praça da Liberdade, tem como objetivo reverenciá-lo, já que compõem a exposição trabalhos realizados por outros artistas brasileiros, em sua homenagem.

Siga as redes sociais oficiais da Cultura do Minas:
Facebook: 
/mtccultura
Instagram: @mtccultura

Serviço:

Oficina “Brincando com as cores e formas de Raymundo Colares”
Data:
14, 15,16 e 17, terça, quarta, quinta e sexta-feira.
Horário: 14h às 16h30.
Público: crianças de 6 a 12 anos.
Inscrições gratuitas pelo site educativogaleria@minsatc.com.br
Horário de funcionamento da bilheteria: de segunda a sábado, das 12h às 20h, e domingo, das 12h às 19h. A bilheteria funciona até 30 minutos depois do início do espetáculo. Formas de pagamento: dinheiro e todos os cartões de débito e crédito. Horário de abertura da plateia para entrada do público: 30 minutos antes do horário da apresentação.
Mais informações: (31) 3516-1360.
Estacionamento com acesso interno: entrada pela rua da Bahia, ao lado do Teatro. Após estacionar o veículo, o usuário chega ao Teatro por elevador interno, com rapidez e segurança.  O Estacionamento fica aberto até meia hora após o fim do espetáculo. Valores: R$ 12, para sócios, e R$ 24, para não sócios.

 

Outras Notícias

desenvolvido por