NOTÍCIAS

15/09/19 | Centro Cultural

Borboletinha

O Teatro do Centro Cultural Minas Tênis Clube recebeu a única apresentação da turnê Planeta Borboleta da cantora paulista Mariana Nolasco.  Para um público ávido por suas canções autorais e suas interpretações cover, a artista cantou por pouco mais de uma hora. Durante toda a apresentação a plateia permaneceu de pé e alguns poucos fãs sortudos, por meio de uma ação do Minas Tênis Clube, puderam conhecer a cantora, ir até o seu camarim e, por poucos minutos, conviver com a artista alvo de toda devoção.

Nesta turnê, Mariana Nolasco apresenta as canções que fazem parte do primeiro álbum da cantora, intitulado “Mariana Nolasco”, e músicas autorais, entre elas, os sucessos “Poemas Que Colori” e “Que Seja Pra Ficar”, ambos de 2017, e “Sons de Amor”, composta em parceria dom o rapper Rael. A cantora iniciou e terminou o show com a canção “Planeta borboleta”, de Pedro Pascual, que traz as adocicadas e românticas questões: “Qual é a cor do planeta em que mora? Qual é a cor do planeta que você se esconde agora? Qual é a dor do planeta em que mora? Qual é a dor do planeta que te atinge em mim vigora?”. Os fãs, em uníssono, cantaram com Mariana e deixaram a cantora emocionada.

Nicolas Castro Matricciani foi um dos fãs que acompanhou o show e um dos sorteados a visitar o camarim de Mariana. O jovem veio de São Paulo especialmente para a apresentação e contou para a artista que vai assisti-la em Curitiba, Florianópolis e em São Paulo. Nicolas levou Mariana às lágrimas ao entregar uma carta em que no texto está o nome de todas as canções cantadas e compostas pela artista. “A Mariana é uma pessoa incrível, pelo seu jeito simples, pelas características que ela coloca nas músicas, os sentimentos que ela transmite através das canções. A gente se sente, quando escuta as canções, de uma maneira incrível. Ela tem paixão pelo que ela faz e vibra no palco. Todos os bons sentimentos definem a Mariana”, afirma Nicolas.

Outras Notícias

desenvolvido por