NOTÍCIAS

30/01/18 | Centro Cultural

Em casa

O cantor e compositor José Luis Braga lança o disco “Nossa Casa” no Teatro Bradesco do Centro Cultural Minas Tênis Clube na programação do Verão Arte Contemporânea 2018. Este é o primeiro disco solo do artista que é um dos criadores da banda Graveola e Lixo Polifônico. A única apresentação do artista, que terá a participação da cantora Cláudia Manzo, será no dia 4 de fevereiro, domingo, às 19h. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro e no site eventim.com.br.

O disco solo de José Luis Braga apresenta canções autorais carregadas de sutileza e delicadeza. Na obra, a simplicidade flerta com a complexidade, num encontro de forças musicais vivas e originais. Os versos da canção que dá título ao disco mostram bem outras caraterísticas presentes no álbum, leveza e romantismo. Meu bem se queres muito mais é bom sair de casa / chegou a hora de escolher a nossa rua“. A faixa apresenta elementos urbanos e chama o ouvinte para vasculhar, de forma singela, a vida de um casal iniciando a vida.

O disco foi produzido por Thiakov e mixado por Pedro Durães, contou com a participação de uma série de instrumentistas como os músicos Rafael Pimenta (violão e paisagem sonora), Yuri Vellasco (bateria, percussão e glockenspiel), Thiakov (baixo Ygor), Rajão (flugel, trompete e trompete pocket), Aldo Silva (tuba), Henrique Staino (sax tenor e sax alto) e João Gabriel Machala (trombone).  O álbum “Nossa Casa” foi construído ao longo de cinco anos de produção, e foi arranjado pelo músico Rafael Pimenta.

“Nossa Casa” é fruto de um trabalho colaborativo e conta com composições de músicos jovens de idade mas já reconhecidos no cenário artístico como Brisa Marques, Cesar Lacerda, Luisa Rabello, Flávia Mafra e Leopoldina. “O frio na barriga é muito maior quando se trata de algo só da gente”, revela José Luis Braga.

Sobre o Verão Arte Contemporânea

A 12ª edição do Verão Arte Contemporânea (Vac) mantém a perspectiva de valorização da cultura local, da pesquisa e da experimentação nas artes. Reunindo criadores das áreas de arquitetura, artes visuais, cinema, dança, gastronomia, literatura, moda, música e teatro, o VAC 2018 apresenta um panorama das produções mais recentes refletindo a contemporaneidade do evento.

COMPRE AQUI

Data: 4 de fevereiro, domingo.
Horário: 19h.
Classificação: livre.
Ingressos:R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).
Horário de funcionamento da bilheteria: de segunda a sábado, das 12h às 20h, e domingo, das 12h às 19h. A bilheteria funciona até 30 minutos depois do início do espetáculo. Formas de pagamento: dinheiro e todos os cartões de débito e crédito. Horário de abertura da plateia para entrada do público: 30 minutos antes do horário da apresentação.
Mais informações: (31) 3516-1360
Estacionamento com acesso interno: entrada pela rua da Bahia, ao lado do Teatro. Após estacionar o veículo, o usuário chega ao Teatro por elevador interno, com rapidez e segurança.  O Estacionamento fica aberto até meia hora após o fim do espetáculo. Valores: R$ 12, para sócios, e R$ 24, para não sócios

Outras Notícias

  • A Arca de Vinícius

    12/10/18 | Centro Cultural

    No dia 14 de outubro, às 16h, o Teatro do Centro Cultural Minas Tênis Clube recebe o musical “A Arca de Vinícius”, qu...

    saiba mais
  • Música luso-brasileira

    10/10/18 | Centro Cultural

    No dia 13 de outubro, às 20h, o músico português Tiago Nacarato faz única apresentação no Teatro do Centro Cultural M...

    saiba mais
desenvolvido por