NOTÍCIAS

10/06/17 | Centro Cultural

Falando de amor

O Teatro Bradesco do Centro Cultural Minas Tênis Clube recebeu o poeta, jornalista e escritor gaúcho Fabrício Carpinejar, completamente cheio. Pessoas sedentas por aprender e entender que amor com o homem que diz que “o amor é tão arrogante que não aceita virar amizade”. Confira as fotos aqui.

Carpinejar fez um colóquio de cerca de 1h30 onde falou sobre como funciona a cabeça da mulher e do homem, e da diferença dos tipos de pessoas nas relações, as objetivas e as sentimentais. “O objetivo termina um relacionamento como quem faz uma viagem. Para o sentimental tudo ganha novo significado. Separar, para o sentimental, é sair de uma linguagem, ele se torna graduado  na pessoa amada”, explicou.

O que o poeta explicou para o público, com muitos tons de humor e um pouco de performance, é que a base de um bom relacionamento é o não entender. Não é possível entender o amor ou a pessoa amada. “Quando você diz para uma mulher que a compreendeu você acaba com a relação. ela quer ser profunda e, realmente não dá para entender uma mulher”, disse. Em meio a essas explicações tão importantes, Carpinejar foi taxativo: “ex é exú sem luz”, levando o público à gargalhada, e continuou. “Ex é igual copo de requeijão, ainda serve, mas não se pode ter compaixão, porque copo de requeijão não quebra e fica para sempre lá, não deixando dar espaço para o novo copo de cristal entrar”, afirmou.

Segundo o poeta, o amor é invisível porque o que ele faz é sem contar. Carpinejar deixou uma bela reflexão sobre a nobreza do sentimento, disse que quem cuida de seus pais saberá amar seu companheiro. O amor vem de cima para baixo, de seus antecessores até chegar à sua prole. “O amor é ser sensível, o amor é fazer sem necessidade e agora, a gente não sabe mais perder, porque trocamos, separamos”, constatou.

Depois de tanto explicar, contar histórias e anedotas de sua vida com a esposa, o jornalista deixou muito claro que o amor é um sentimento de pessoas que tem força e firmeza para aceitar e vivê-lo.

Outras Notícias

  • Testemunha de luta

    Ponto de Partida - Vou Voltar (42)
    19/08/17 | Centro Cultural

    O Grupo Ponto de Partida da cidade de Barbacena estreou sua nova peça no Teatro Bradesco do Centro Cultural Minas Tên...

    saiba mais
  • Beleza e canção

    Susana e Jean (29)
    13/08/17 | Centro Cultural

    O Teatro Bradesco do Centro Cultural Minas Tênis Clube recebeu na noite de 12 de agosto mais um show do projeto ̶...

    saiba mais
desenvolvido por