NOTÍCIAS

23/07/17 |

Noite eletrizante

TheMaine2

A banda de rock norte-americana The Maine subiu ao palco do Teatro Bradesco na noite deste sábado, dia 22 de julho. Em turnê pelo Brasil, o grupo ofereceu ao público de Belo Horizonte um show eletrizante com repertório do álbum “Lovely Little Lonely”. A apresentação foi marcada por muita música, muitas conversas entre o vocalista John O’Callaghan e o público, pela presença dos fãs no palco e, claro, muita alegria e descontração na plateia.

A noite começou com um meet and greet, que é a oportunidade que os artistas oferecem ao fã de conhecer e cumprimentar seus ídolos, tirar fotos e ter aquela rápida conversa presencial. A fila que se formava do lado de fora do Teatro para o encontro era grande, mesmo assim, Pat Kirch, Garrett Nickelsen, John O’Callaghan, Ryan Osterman e Alex R. atenderam a todos, com muita atenção. A cada turma que entrava para conhecer os ídolos, John O’Callaghan e sua turma faziam comentários carinhosos com os fãs e atendiam a todos os pedidos de poses para fotos.

Às 20h10, a banda subiu ao palco para apresentar seu novo álbum. The Maine começou com “Run” e não parou mais. Foi um sucesso atrás do outro, sempre acompanhado pelo coro da plateia. Já na segunda música, os fãs não se contiveram e ficaram de pé. Cada música, vinha acompanhada por uma conversa com o público. John perguntava se todos estavam bem, conversava com aqueles que estavam mais ao fundo, pedindo que garantissem a animação, além de convidar os fãs a fazerem coro, dançar, e até subir ao palco.

Foi o caso de Ricardo, de Belo Horizonte, e Felipe, do Rio de Janeiro. Os dois se revezaram em uma música com os ídolos no palco, e não parou por aí. O vocalista do The Maine passou o microfone para uma menina na plateia, pegou um boné do Fã Clube, e o devolveu, agarrou uma faixa, e até arriscou uma passeadinha entre as cadeiras do Teatro. Tudo acompanhado por uma plateia muito animada, mas respeitosa.

Um dos momentos altos do show foi na canção mais lenta, “Raining in Paris”, quando John pediu a todos que abraçassem quem estivesse do lado. Outro momento empolgante foi quando grande parte da plateia levantou cartazes com a palavra “Home”. Em “Black Butterfly”, o público ferveu, até o final do show. A apresentação foi encerrada com a música “Mars”, quando o vocalista da banda completou  “se cuidem e cuidem uns dos outros”. Pouco antes, The Maine agradeceu ao Minas Tênis Clube e aos fãs.

Outras Notícias

  • Testemunha de luta

    Ponto de Partida - Vou Voltar (42)
    19/08/17 | Centro Cultural

    O Grupo Ponto de Partida da cidade de Barbacena estreou sua nova peça no Teatro Bradesco do Centro Cultural Minas Tên...

    saiba mais
  • Beleza e canção

    Susana e Jean (29)
    13/08/17 | Centro Cultural

    O Teatro Bradesco do Centro Cultural Minas Tênis Clube recebeu na noite de 12 de agosto mais um show do projeto ̶...

    saiba mais
desenvolvido por