NOTÍCIAS

03/06/17 | Centro Cultural

Volta Belchior

Belchior

Mais que um rapaz latino-americano pobre e sem pedigree, Belchior foi, e ainda é, um dos mais importantes nomes da música nacional. O Teatro Bradesco do Centro Cultural Minas Tênis Clube recebe, no dia 3 de junho, sábado, às 21h, uma bela e sensível homenagem ao compositor ácido do Ceará. No palco estarão no Bloco de carnaval da capital Volta Belchior, Marina Machado, Pedro Morais, Chico Amaral, Gustavo Maguá e Flávio Renegado.

Belchior faz parte da chamada turma do Ceará, e iniciou sua carreira artística participando, entre 1965 e 1970, de festivais de música no Nordeste. O reconhecimento veio no ano de 1972 quando sai canção, Mucuripe, parceria com Fagner, foi gravada por Elis Regina. A cantora tornou-se a voz de Belchior, além desta canção, Elis colocou sua voz em “Como nossos pais” e “Velha roupa colorida”.

Belchior era um homem erudito, leu o livro “Divina Comédia” de Dante Alighieri, em italiano arcaico e, quando morreu estava fazendo sua tradução da obra publicada pela primeira vez em 11 de abril de 1472.

O primeiro disco solo foi lançado em 1974 intitulado “A palo seco”, cuja música título tornou-se sucesso nacional. A partir daí suas canções passaram a fazer parte do cancioneiro nacional, bem como sua voz forte e fanha. A canção “Paralelas” tornou-se grande sucesso na década de 1970 na voz da cantora Vanusa.

Na apresentação de sábado, as marcantes canções de Belchior serão entoadas em ritmo de carnaval, marchinha e em seus arranjos originais com o objetivo de celebrar a obra do artista.

COMPRE AQUI

Data: 3 de junho, sábado
Horário: 21h
Classificação: 16 anos
Ingressos: R$30

Horário de funcionamento da bilheteria: de segunda a sábado, das 12h às 20h, e domingo, das 12h às 19h. A bilheteria funciona até 30 minutos depois do início do espetáculo. Formas de pagamento: dinheiro e todos os cartões de débito e crédito. Horário de abertura da plateia para entrada do público: 30 minutos antes do horário da apresentação.
Mais informações: (31) 3516-1360
Estacionamento com acesso interno: entrada pela rua da Bahia, ao lado do Teatro. Após estacionar o veículo, o usuário chega ao Teatro por elevador interno, com rapidez e segurança.  O Estacionamento fica aberto até meia hora após o fim do espetáculo. Valores: R$ 12, para sócios, e R$ 24, para não sócios

Outras Notícias

  • Testemunha de luta

    Ponto de Partida - Vou Voltar (42)
    19/08/17 | Centro Cultural

    O Grupo Ponto de Partida da cidade de Barbacena estreou sua nova peça no Teatro Bradesco do Centro Cultural Minas Tên...

    saiba mais
  • Beleza e canção

    Susana e Jean (29)
    13/08/17 | Centro Cultural

    O Teatro Bradesco do Centro Cultural Minas Tênis Clube recebeu na noite de 12 de agosto mais um show do projeto ̶...

    saiba mais
desenvolvido por